FONTE: O Correio News

A reportagem do site BNC Notícias visitou na última semana, o Assentamento Mateira e produziu um breve filme da 1ª parte da Reportagem Especial para reforçar a iniciativa da agricultura familiar.

São 151 lotes de 5 hectares cada, onde as famílias produzem seus alimentos para o consumo e também para sua renda familiar.

As imagens são surpreendentes de como a produção agrícola está sendo um sucesso no assentamento. Mesmo em um pequeno espaço de terra, os produtores sabem utilizar muito bem o solo e dele retirar seu sustento.

A produção vai de hortifrutigranjeiros à criação de animais para abate, como suínos e aves.

Um dos exemplo é o lote do vovô Neto, dos proprietários Valdeir Batista Borges (Cebinho) e dona Maura, que criam 200 cabeças de porcos caipira para cria, recria, engorda e abate. Um pequeno frigorífico para abate destes animais já está em fase de construção na propriedade. Enquanto o frigorífico não fica pronto, o abate é feito de maneira artesanal e as vendas são feitas ali mesmo no sítio, uma maneira de tirar o sustento da família.

Já as centenas de frangos caipiras é para o consumo próprio da família.

Este é apenas um dos exemplos, mas são vários outros que a reportagem encontrou no assentamento, como da Estância Tereré, de propriedade do seu Benedito (Peixe) e da Dona Iva, que também possuem o próprio abatedor de frango, que mensalmente cerca de 60 unidades são abatidas e fornecidas na cidade.

Outro exemplo é na produção de doces, como  melado, rapadura, geleia, garapa e outros produtos preparados no Sitio Tigrão. O casal Cassildo (Tigrão) e Izaura produzem as guloseimas na propriedade e também vendem na cidade, uma renda que mantém a família.

O Sítio Rego D’Água da Dona Olezina e Filhos, retrata bem o resultado da soma de trabalho e dedicação. Além das plantações prósperas, ainda sobra tempo para a produção de suas massas prediletas. 5 hectares bem aproveitada de plantios e criações. Ao lado da filha Vilma, exibe com orgulho sua confeitaria.